O que os candidatos(as) dizem sobre nosso processo seletivo?

Nosso processo seletivo é bem tranquilo, mas pra gente é coisa muito séria e a gente sabe que para as(os) candidatas(os) também é! Mas… Será que dá pra fazer isso de um jeito leve, divertido, instigante e fora da zona de conforto? 🤔

Nossos dados experimentais comprovam que sim! 🥦

“A transparência, antes de se candidatar, é possível visualizar no site todos os processos do recrutamento. Assim temos a noção do que vai acontecer.”

O objetivo dos nossos processos seletivos não é encontrar qualquer profissional. Também não é encontrar o portador do melhor currículo. Nosso objetivo vai além! Nós queremos e procuramos candidatas (os) que queiram mais que uma vaga, mais do que uma oportunidade qualquer ou que apenas queiram subir mais um degrau em sua carreira profissional. 

Se nós buscamos uma pessoa tão diferenciada, fora das convenções do mercado, não podemos “fazer como todo mundo faz”. Não se consegue resultados diferentes fazendo a mesma coisa e, por isso, para determinados perfis, nosso processo nunca vai fazer sentido mesmo:

“O processo seletivo foi muito mal estruturado, desde a descrição do cargo até a etapa em vídeo. Quando você vai fazer uma descrição de vaga se espera encontrar o que se deseja e não o que se evita, fazer isso não mostra que a empresa realiza um diferencial… Enfim, esperava bem mais por ser um processo seletivo para uma vaga de Recursos Humanos, espero que a nova pessoa que entrar possa melhorar isso.”

Nós investimos tempo, suor, neurônios e muito amor na construção de cada etapa do processo seletivo, para que, ali, a pessoa que se candidata em uma de nossas oportunidades, possa encontrar mais do que a descrição de um cargo, mas sim um convite à reflexão do porque somos como somos e fazemos o que fazemos. Para acontecer o match perfeito, é preciso que, assim como nós, essa pessoa tenha, sobretudo, propósito!

Na Chuva, o processo é seletivo para as duas partes: de nossa parte, selecionar a nova gota que virá agregar conosco, buscando quem tenha objetivos alinhados aos nossos e que comungue dos nossos valores, pautando as análises pelo interior da pessoa e não meramente por um currículo ou meia dúzia de respostas corretas. Da parte da(o) candidata(o), é fundamental que a pessoa tenha o olhar crítico, que se empenhe em nos conhecer estudando nosso jeito chuvoso de ser, e que faça já do momento de inscrição, mais do que um processo automatizado e um mero click em inscrever-se. Que a pessoa escolha estar conosco por um todo e não por ser uma porta que se abriu!

“Parabenizar desde o primeiro contato, pois através de cada e-mail e conhecendo ainda mais sobre a Chuva em suas páginas, podemos ver que existem locais que escolhem pessoas que vão além do seu conhecimento técnico, mas sim na sua visão e na busca de crescimento em conjunto, pensando nas particularidade de cada pessoa, mostrando seu papel e o quanto afeta num todo. Mantendo todos engajados desde antes de fazer parte da Chuva e se molhar!”
“Desde o dia que vi anúncio passei a imaginar (e desejar muito) como seria trabalhar na empresa, que anúncio, QUE ANÚNCIO!!”

E é por isso que desenvolvemos um processo seletivo diferenciado! Da mesma forma que queremos conhecer bem quem quer chover com a gente, queremos também que essa pessoa nos conheça por completo! 

“Da proposta do exercício, além de mostrar um pouco da cultura da empresa, é bastante abrangente. E não poderia deixar de falar do anúncio da vaga também, a grande quantidade de candidaturas com certeza é decorrente do anúncio muitíssimo bem feito (dá muita vontade de trabalhar com vocês, fui reprovada mas eu tô com vontade rs).”

Nós entendemos o quão complexo e cansativo pode ser a busca por uma vaga, justamente por que todos nós já estivemos nessa posição. Sabemos também que um momento muito importante nessa jornada são os feedbacks. Nós nos empenhamos em enviar uma devolutiva para todos aqueles que não avançam no processo seletivo.

Nem sempre é possível responder personalizadamente um a um, candidata(o) a candidata, até porque, nem sempre há algo que tenha faltado em quem não avança nessa jornada, mas talvez, tenha transbordado em quem foi escolhida(o)!  

“Eu de fato fiquei admirado com a forma que fizeram o processo seletivo. Foi bastante humano, desafiador, teve cuidado com o candidato, pareceu ser bem elaborado e bem evoluído em comparação com o mercado, mas fiquei um tanto decepcionado com a forma de retorno do processo de vocês. Eu sei que foram muitos candidatos e retornar no detalhe para todos eles, é quase impossível… Então, quanto maior o engajamento, maior a expectativa, quanto maior a expectativa, maior é a frustração caso não dê certo. Para encerrar, o sentido que apresento aqui é, possuir cuidado com o candidato do início ao fim, porque começar um processo seletivo com todo esse cuidado e terminar como a maioria, na minha visão não representa o cuidado integral em recursos humanos.”

Assim como quem não avançou no processo, não necessariamente não tenha um pouco do que procuramos, quem avança por uma ou outra fase, também não necessariamente está completo. A gente percebe isso no empenho em responder o questionário inicial e na dedicação aplicada nas etapas seguintes. Completar um passo, não é o suficiente, como bem descreve um de nossos valores, é preciso ir além. Por tanto, nosso empenho em responder um feedback personalizado é equivalente a dedicação recebida durante a jornada seletiva.

Nós acreditamos ainda que o processo seletivo não acaba quando na contratação. Para ter um processo seletivo de sucesso, é preciso também saber a opinião de quem participou, entender das(os) candidatas(os)  como foi a experiência nele e também, como podemos melhorar.  Por isso, em cada devolutiva que enviamos para quem não avança nós convidamos as pessoas a nos contarem suas percepções sobre o nosso jeito de fazer processos seletivos.

“O que mais me atraiu na chuva foi o propósito e a perspectiva para com o outro. Um RH que ultrapassa o tradicional e permite com que as pessoas sejam elas mesmas. Obrigada por engajar propósitos humanitários e pela oportunidade em participar. (:”
“Muito bacana participar de algo em que você se sinta seguro para ser você mesmo, e não sinta aquela pressão que normalmente sentimos em entrevistas e processos seletivos.”
“O processo é bastante humanizado e me senti muito à vontade no seu decorrer. Ele realmente nos aproxima da Chuva, fazendo com que a gente queira conhecer mais do que é feito na empresa e como as relações são construídas no seu ambiente. Achei a entrevista suuuper tranquila, tipo um bate papo com várias trocas.”

Conheça mais sobre a Chuva e suas gotas em @chuvainc lá no Instagram. 

Se você chegou até aqui, por que não vem chover conosco?
Corre aqui e confira as vagas  que temos em aberto!